Os “parabéns” da Geração Alpha

Texto de: Cláudia Perdigão

Longe vão os tempos em que um bolo ao centro da mesa era suficiente para assinalar o aniversário de uma criança. Hoje, a chamada Geração Alpha comemora a passagem de cada ano com pompa e circunstância, dispondo de opções que vão desde parques de diversões a faustosas festas privadas.

A Alpha Notícias tentou apurar quais as exigências da pequenada, bem como o peso que estas comemorações têm no orçamento familiar.

Basta fazer uma pesquisa rápida pela internet para constatar a vasta oferta de pacotes para festas de aniversário. São muitas as empresas nacionais especializadas neste segmento, havendo opções para todos os gostos.

A decoração, os lanches, as atividades lúdicas, os animadores, o bolo e as ofertas para os pequenos convidados. Nada é escolhido ao acaso, assemelhando-se o processo de organização a uma pequena boda.

O grau de exigência desta nova geração não surgiu por acaso. Vários especialistas em pedagogia e pedo psicologia defendem que, estas crianças, por terem nascido em plena época digital, inseridas num ambiente com estímulos constantes, possuem um grau de exigência superior ao das gerações anteriores. Mark McCrindle, um sociólogo australiano que apelidou de “Geração Alpha” as crianças nascidas a partir de 2010, caracteriza os miúdos do novo milénio como pessoas mais independentes e com maior potencial para resolver problemas que os seus pais e avós.

Segundo os especialistas, os “Alphas” valorizam muito mais as experiências do que os objetos e os bens materiais. Para eles, o mundo físico e o digital interagem de forma perfeita, o que motiva um rápido aborrecimento perante os mesmos estímulos.

Tendo em conta as suas características, entende-se por que razão as suas festas exigem mais dedicação e entrega na organização.

A Alpha Notícias esteve à conversa com uma família que comemorou recentemente o sexto aniversário da sua filha, tendo apurando que os custos deste ano ultrapassaram os 450,00€. Jorge Tavares é pai de “primeira viagem”, pelo que as exigências da filha são “uma prioridade da família”.

A mãe, Andreia Tavares confessa que vive “com especial alegria estas festas”. “Começo a pensar na decoração e no menu cerca de três meses antes da data. Depois de a Lara escolher o tema procuro tudo alusivo à temática, desde faixas e balões, a saquinhos para as ofertas na escola. Este ano tivemos os Trolls, que por não estarem muito na moda, deram algum trabalho a arranjar. Contudo, consegui tudo aquilo que precisávamos”.

O programa das festas também é não deixado ao acaso por esta família. “Fazemos a festa na escola com os coleguinhas da Lara e entregamos os saquinhos com as ofertas. Desta vez, oferecemos um jogo, um pack de autocolantes e doces variados. Com o bolo tivemos um custo de cerca de 120,00€ com esta mini comemoração”.

“Na festa em casa, decoramos a sala e fazemos um jantar com toda a família, evento que este ano rondou os 200,00€, pois confeccionei tudo em casa”.

Jorge Tavares conclui que as festividades deste ano terminaram num parque de diversões da área metropolitana de Lisboa. “No sábado imediatamente após o dia do aniversário da Lara reunimos 22 amiguinhos da escola. Como dividimos a festa com outra coleguinha da Lara suportámos apenas metade dos custos. Pagámos um total de 131,00€, em vez dos 262,00 do custo total da festa”.

Contas feitas, o casal Tavares teve um custo de 451,00€ com a celebração dos 6 anos da sua filha. A este valor acrescem os presentes de aniversário e a roupa, devidamente escolhida para a ocasião, dos quais não conseguimos apurar os custos.

De todos os parques de diversões que a Alpha pesquisou, os pacotes incluem cerca de duas horas e meia de diversão em equipamentos variados, lanche e bolo, oscilando os valores entre os 11.00€ e os 25.00€. Pinturas faciais, animadores e sessões fotográficas são cobrados à parte.

Para quem a bolsa não permite tais gastos ou para quem a frugalidade é uma primazia, os parques públicos espalhados de norte a sul do país poderão ser uma opção. Ao ar livre, com estímulos variados, esta nova geração poderá gastar energias em plena harmonia com o meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *